16 fevereiro 2012

Da colher, essa torra paciências...

A alimentação sólida de Sô Dona Maria Francisca Texuguinha I está bem encaminhada e recomenda-se, obrigadinha. A piquena devora quase duas conchas de sopa, com vários legumes e carne branca (tão grande a micromachines!!!) mais uma peça de fruta. Maravilha, maravilha.. 
Mas, no mundo das sopas infantis, algo não estava bem: a colher. Incautos Pais de 1ª viagem, pesquisaram, procuraram, compararam modelos, fizeram quasi quasi test drives para encontrar a colher ideal para alimentar a cria. No final, a decisão caiu num modelo xpto em slicone amarelinho canário piu piu, já usado no tempo dos Vickings.  
Ninguém avisou foi os pobres incautos que a colher seria o verdadeiro e único torra paciências. Pois que a dita leva apenas uns míseros mL de sopa, não enchendo a boca à piquena, ficando ela a reclamar insistentemente por mais e lambendo os lábios sofregamente. A sopa e a fruta levavam quase uma hora a descer, porque pouquinho de cada vez, não dá saúde nem faz crescer mas torra a paciência da Mãe e arrefece a janta dos restantes. Acabava também por ficar mais alimento espalhado na carinha laroca e perfeitinha e bonitinha (e mais coisas delicodoces acabadas em -inha) de Sô Dona Maria Francisca Texuguinha I do que noutro lado qualquer. 
Ao fim de semanas nisto, houve que fazer ajustes drásticos. Pois que a colher de silicone amarelinho canário piu piu pode ser muito pónei, mas nada chega aos calcanhares da bendita colher de chá que alimenta agora Sua Alteza Texugueza. Ela fica feliz, de boca sempre cheia até rapar o prato. A imundice pegada faz parte do passado. A Mãe mais delirante fica, que em 20 minutos dá o merecido repasto   à piquena. E consegue ainda jantar a horas decentes, com a comida ainda quente.  
Win win situation, mai' nada!!! 
Imagem retirada daqui...

3 comentários:

M.P. disse...

É uma maravilha!! Acho que já te tinha falado disto!:-) O J. come com uma colher de chá das nossas desde sempre pelos mesmos motivos. É muito mais rápido e rapa-se melhor o queixinho deles. E assim ficam desde logo habituados a comer com colheres de gente grande. Às vezes acho que inventam coisas só para complicar e para nos fazerem gastar mais dinheiro.

raquel disse...

Estou a pensar seriamente seguir os vossos passos.
Ainda ando com a colher de silicone, chata!

Princesa disse...

Lembrei-me logo de ti M.P quando comecei a usar a colher "normal". Aliás, acho que foi inspirada em ti que comecei a dar com a colher do chá! É uma maravilha!