14 novembro 2011

Das Bisavós...

A Francisca tem três Bisavós. Duas do lado paterno e uma do lado materno. Infelizmente, já não tem nenhum bisavô. 
Do lado materno, ou seja, a minha querida Avózinha, esse poço de cultura Transmontano, é a primeira Bisneta. Quando conheceu a Francisca, depois de muito babar, perguntar se era mansinha (i.e, se era uma bebé calminha) e dizer "que Deus a proteja sempre", rematou com um "O Pai não pode dizer que a filha não é dele..." Ora, muito bem, acho que o Pai já sabia disso, mas obrigada pela confirmação... 
Do lado paterno a coisa tem muito mais piada. Uma das Bisavós da minha filha é daquelas velhinhas com uma língua muito, muito afiada. Nunca tem, e pelo que me contam nunca teve, nada de simpático para dizer. Nada. E para melhorar, está a ficar meia senil, dando azo a conversas, no mínimo, estranhas. Como da vez em que Marido lhe liga a contar que ia ter uma Bisneta e ela perguntou se estava tudo bem com o menino. Marido reitera de novo que  é menina. No final da curta (e louca) conversa ela manda beijinhos para o menino e Marido estava plenamente convencido que a Senhora não fazia ideia com quem tinha acabado de falar. No dia do nascimento da piquena, Marido liga a dar a boa nova. Bisavó pergunta como se chama o menino (again), ao que ele responde: É menina e chama-se Maria Francisca (creio que já lho tinha dito antes, mas dá-se o desconto que a idade pesa e para lá caminhamos todos). A resposta do outro lado da linha em relação ao nome da piquena foi um "Esperemos que ela goste do nome quando crescer..." (WTH???) Mais nada, ficou-se por aí a conversa... Nunca ligou a saber da piquena nem tão pouco demonstrou interesse em a conhecer até ao dia de hoje. Whatever... 
A outra Avó do meu Marido é um doce de Senhora. É mesmo querida. Mas também diz o que lhe vem à cabeça sem grande (nenhum) travão, o que leva a conversas hilariantes, nas quais a minha Sogra (habitante da Lala land) exclama constantemente num tom de profundo escândalo "Oh Mãeziiiiiiiinha, não diga isso...", tentando "encobrir" os "podres"da família (na Lala Land tudo tem de ser politicamente correcto)  e as histórias deliciosas que a Senhora gosta de me contar (e eu adoro ouvir para me rir)Já tem 9 bisnetos e nunca se esquece de nenhum.  Antes de regressarmos "à base", a Francisca foi "dar um beijinho". Quando descíamos para entrar no carro e seguir viagem, a Bisavó atirou para as vizinhas, que apareceram num ápice ao verem uma criança de colo (fenómeno que não consigo entender até hoje) : "Esta tira a Mãe de culpas" (tradução: a Francisca é a cara chapada do pai). 
Lindo não é? Só me sai disto...duques e cenas tristes...e pérolas, muitas pérolas....

2 comentários:

Sorriso ツ disse...

Ah ah ah! Muito bom mesmo! Mas acredito que os comentários não sejam por mal... É mesmo conversa "à antiga" como diz uma amiga minha. ;)

Beijinhos :)

raquel disse...

:)