25 outubro 2015

Sometimes I get lost inside my mind...

Há uma palavra em loop na minha mente. Aperta-me o coração, deixa-me comprimida, não deixa o ar passar. Dói-me tudo, doem-me as pernas, aquela dor nas pernas, tão familiar. Rewind, pause, restart. Há uma palavra em loop na minha mente, que traz, nos seus grilhões, umas quantas outras, com o som de chãos de linóleo e corredores em penumbra. Afasto-as. Regressam. Afasto-as. Empurro-as. Desprezo-as. Mas regressam sempre. Sempre.