10 março 2014

De fotos e privacidade

Um dia, perguntaram-me porque não mostrava a minha cara, ou a da minha Filha, no meu blog. Respondi que era por uma questão de privacidade e opção pessoal. Este meu estaminé é escrito pela Princesa sem Reino e assim continuará. Não precisam de saber o meu rosto e muito menos o da minha cria. Mostro pormenores. Sorrisos. Detalhes. Mas mostrar a minha identidade ou a da minha Filha, por assim dizer,  de cara chapada, está fora de questão. Principalmente, por uma questão de segurança da petiz. A semana passada, deparei-me com um post no "Facefronhas" da Rita Ferro Alvim, em que pedia para a ajudarem a denunciar um perfil falso, de uma persona qualquer, que usava as fotos dos filhos da Rita no seu perfil como sendo seus. No mínimo, é sinistro. Qualquer pessoa consegue aceder a uma foto colocada na internet (com mais ou menos esforço, tudo bem) e, se assim o entender, fazer dela sua. Com que intenções? Não sei. E honestamente, nem quero saber. Assusta-me, porque não sei, muitas vezes, quem está do outro lado. Se quiserem levar fotos de perfil, sorrisos, colares, mãos e "pedaços", me da igual. Agora, completas, sem cortes estratégicos? Não dou para esse peditório, habemus pena. No Facefronhas (o meu pessoal, que não tenho outro, porque eu embirro com a coisa), fui colocando algumas fotos da Francisca até ela ter as feições completamente definidas. Todo os bebés passam por uma fase em que, a olhos desconhecedores, são todos muito parecidos. Depois, acabou-se. Querem ver a criança? Venham ter comigo ou peçam-me por outros meios que não internet wide open e eu terei todo o gosto em mostrar a minha criancinha. Não autorizo que sejam colocadas fotos dela no "Facefronhas", mesmo que isso já me tenha valido algumas discussões mais acesas com algumas pessoas da minha Família. Tenho pena de não participar naquele desafio giríssimo de uma foto por semana, todas as semanas, que vi algures na blogoesfera. Tiro-as para mim, de recordação. Better safe than sorry. Percebo quem não tem problemas em mostrar, percebo quem coloque e não critico ou julgo em momento algum. São livres de o fazer. Eu? Bem, eu sou um bocadinho mariquinhas e paranóica com essas coisas. Assim, não há espaço neste estaminé para fotos de cara completa. São opções. A minha, é esta. 

2 comentários:

Magui disse...

Concordo totalmente... Cada um faz como quer, mas eu dispenso essa exposição... Ainda há pouco punha fotos num post e acabei por apagar as que de alguma forma se via o rosto, mesmo que disfarçado não gosto de por!

Rita♥Catita disse...

Com este post eu concordo.
Outrora também coloquei fotos minhas e do meu filho acompanhado de texto a contar pormenores. Hoje opto por colocar apenas fotos minhas sem detalhes e pormenores da minha vida.
Apercebi-me que quem já me conhecia só lá ia espreitar por pura cusquice para depois criticar e quem não me conhecia poderia facilmente identificar-me.
É provável que o blogue tenha perdido a sua essência com essa mudança. Mas eu prefiro assim.