15 fevereiro 2013

As Estrelas, não posso...

Gostava muito... mas não posso, Francisca. Darei a minha Vida por ti com um sorriso se o for necessário. Secarei todas as tuas lágrimas. Cantarei e dançarei para te ver sorrir. Iluminarei os teus dias como sei, aquecerei o teu corpo com o calor do meu, terás o meu regaço para descansar a cabeça dos golpes que sei, indubitavelmente, que a Vida se encarregará de te dar. Ajudar-te-ei a crescer com eles e a ver o que de bom se tira quando nos tiram o chão de debaixo dos pés. Darei todo o conforto que as minhas mãos frias conseguem. Mas enquanto adormeces e me pedes as estrelas que projecto no tecto para ti, não posso. Nem as que existem no céu. Nunca tas poderei dar filha. Mas prometo que te levo a ver o céu estrelado. Elas estão lá, também para ti, minha Lil' Star! 

6 comentários:

Magda E. disse...

é mesmo assim, por mais que se queira certas coisas são mesmo impossíveis de alcançar. beijinho*

Magui disse...

E já fazes tanto... Eu ensinei-lhe onde está a lua e agora todos os dias me mostra feliz a UÁ... Deliro :D!

Lia disse...

Gostei IMENSO deste teu post.

S* disse...

As estrelas podes não dar, mas dás tudo o resto - e isso basta.

Sara disse...

Lindo!

raquel disse...

<3
lindo, Princesa.
Até me emocionei*