04 setembro 2012

A volta à cama em milhentas noites...

 
Desde que começou a gatinhar, o assunto dormir tornou-se num caso sério para Sô Dona Maria Francisca. Se antes, após meses de auto disciplina para não a embalar e deixá-la adormecer nos meus braços (tendo eu sido apelidada de cabra-mãe), bastando deitar na caminha, dar o KikoNico e "Boa noite Francisca", luz apagada e poneisice da Chicco a tocar para minha rica filha resvalar para o sono sem escândalo. Hoje em dia a minha cria decide fazer exercício. Deitar e levantar, correr a cama de uma ponta à outra, guinchar, gritar em desespero "ai jasus que a cama tem picos, socorro". Coincidentemente, ou não, para além do gatinhar, este começo da nova fase de calamity Francisca começou por alturas de escrita intensa de bixa horribillis, em que muitos dias via a minha piquena um par de horas por dia (com imenso sentimento de culpa associado, mas c'est la vie...). On top of that, muitas (demais) horas a ser mimada pelos Avós, em que a menina-é-pequenina-e-pode-fazer-o-que-quer-e-bem-lhe-apetece-e-se-não-quer-dormir-não-dorme. 
Maneiras que ao invés de uma fase passageira associada ao começar a gatinhar, a coisa tomou proporções dantescas, culminado nesta tourada deita-levanta-grita-esperneia a altas horas da madrugada. Dias a mais, semanas demais. Munida de bom senso, teimosia e estoicismo, característica que senhor marido associa à Tribo dos Meninos Perdidos (está-me nos genes), fui aguentando e resisti (e resisto, nem sei como) ao bed sharing, que o meu leito partilho com Mêhóme, mesmo que isso implique passar horas em passeios de um quarto para o outro. Claro que já me passei, já rosnei, já me apeteceu dar com a cabeça na parede, já soltei palavrões a meio da noite capazes de fazer corar um carroceiro, já chorei de sono e desespero, já me apeteceu atirar a cria pela janela (no sentido figurativo gente) que Mãe não é de ferro (Marido ajuda claro) e ainda por cima eu adoro dormir. Mas ela continua no seu quarto, na sua cama. Que quem manda no galinheiro (ainda) sou eu!
Comecei a ler o Secrets of the Baby Whisperer for Toddlers mas se a versão bebé me ajudou muito (obrigada Tracy!), senti que este livro era mais cheio de palpites do que de soluções. Coisas práticas a que me pudesse agarrar. Vai daí, e depois de visitar um dos blogs de que muito gosto e descobrir este livro que a Sara me deu a conhecer, decidi comprá-lo. Li-o num ápice e a-d-o-r-e-i. Muito terra a terra, sem panos quentes ou frosquices. Não descobri a solução milagrosa e sei que a coisa leva tempo a (voltar a) encarreirar mas e até ver, a minha criança já se volta a deitar sozinha (sem ser preciso forçá-la) e adormece de novo. Sem colo, sem drama. Claro que o facto de me sentar mais alguns minutos ao lado da sua cama, assegurando-lhe que a Mamã está ali ao invés de me escapar do quarto dela como se estivesse a fugir de Alcatraz, ajuda. Fico cansada na mesma, mas ao menos a tourada dura menos, muito menos. E um dia há-de cessar. Um dia, ela há-de voltar a dormir bem como em todos estes meses (ou deveria dizer um ano?Aiiii), a noite inteira sem semi-acordar aos gritos "ai jasus que a cama não tem palha". Um dia, há-de suspirar por passar mais horas na cama, quente, fofinha, enrolada e a dormir. Até esse dia, cá estamos nós, para (voltar) a ensinar a dormir. Faz parte, segundo dizem... 
'simbora and keep the goal in mind... " 
P.S- trouxe ainda o Grande Livro dos Medos e Birras. Mais vale prevenir... 

9 comentários:

Melancia disse...

O grande livro dos medos e das birras é maravilhosamente bom! Uma bíblia! eu, que nem nutria grande simpatia pelo Dr. mário Cordeiro (porque o achava meio nhonhó) passei a achar que aquilo era um deus em forma de gente!

Magui disse...

Bom, por cá também estou a precisar de ler esse livro... Se o adormecer já foi extra pacifico, agora é o drama e o horror e não há quase noite sem um acordar! E depois senhor marido tra-lo para a nossa cama e eu no fim de levar duas chapadas (atenção que ele é que me bate a mim :D), levo-o de novo para onde ele não devia ter saído e andamos nisto... Uns dias melhores, mas nada da calma de outros tempos! E sim a situação "extra casa" por cá também não ajuda, com muita gente a cuidar do F. e a fazer hoje assim, amanhã assado... Espero que esse livro me salve também!

Sara disse...

Bem, eu agora a ler-te senti-me tão compreendida. Ainda bem que és firme e lidas com a situação como lidas. A tua miúda um dia vai agradecer-te. Acho que já agradece. ;)

O livro dos Medos... que tal?
Beijinhos

Polly disse...

A Helena desde há umas semanas para cá mudou totalmente o ritual de dormir. E também começou a gatinhar!
Resiste muito ao sono e fica com imenso mau feitio. Atira tudo ao chão, berra, levanta-se na cama.
Enfim! Um cenário muito parecido com o que descreveste.

Melancia disse...

Ora bem, como já levo uns meses de avanço digo-vos que, é totalmente normal (apesar de ser uma grande chatice) que, a cada nova conquista, tipo gatinhar ou andar, a vontade de dormir se ressinta. Naquelas cabeças vai mais ou menos isto : Olha agora que eu consigo andar d eum lado para o outro, posso ir buscar o que me apetecer sem esperar que me levem, querem que eu fique quieta numa cama?" Cada nova aprendizagem é uma conquista, um desafio e uma alegria para eles e dormir não interessa nada! é mais uma famosa "fase", que vem e passa...
mas eu vim aqui mesmo para perguntar se estas a ler o livro da Tracy em português e, se sim, onde o encontraste!

Princesa disse...

Sara,

Estou a gostar muito do livro mas ainda não tive muito tempo, por isso ainda nem ao fim do primeiro capitulo cheguei! Quando terminar digo-te o que achei, sim?

Beijinho


Melancia,

Tenho o baby whisperer mas é em inglês, não faço ideia onde poderás arranjar em português!

Beijinho

Vanilla disse...

Ai credo que aqui por casa o filme é igual ou pior, poupa-me a leitura e diz logo qual é o truque ahahahaha

Sara disse...

Melancia,

Procurei muito mesmo por uma versão em português, apesar de achar que em inglês se lê muito bem, mas não encontrei. A única coisa que descobri foi uma espécie de tradução do livro em brasileiro, em pdf. Mas estava muito fraca, incorrecta, e as tabelas que a Tracy põe, nem vê-las.

Também existe um fórum da Baby Whisperer, não sei se conhecem, mas eles usam muitas siglas, não faço ideia do que significa...

raquel disse...

ui que por aqui estamos igual!!!
isto tem sido um terror!
eu até gosto bastante do Dr. Mário Cordeiro, e tenho 2 livros dele, mas não este!
Mas se tu dizes que é bom vou já encomendar!!!