27 fevereiro 2015

Bicho de mim.

(continuo a não gostar de pessoas no geral. gosto muito de algumas em particular. mas continuo avessa à ideia de que somos todos bonzinhos. acredito que a natureza humana é intrinsecamente má. não gosto de pessoas. seria péssima a lidar todo o santo dia com muitas e diferentes pessoas. tenho o condão de me rir das coisas mais estranhas nas alturas menos oportunas. diz que isso afasta as pessoas, pelo menos as fófinhas delicodoces que não conhecem a expressão "humor negro". não gosto muito de pessoas mas quando gosto, gosto.  gosto muito das minhas pessoas, aquelas que me tornam um bocadinho menos bicho do mato. um bocadinho vá, não vamos ser loucos, está bem?)

2 comentários:

Modern Ana disse...

Eu era fófinha e delicodoce. Era sim, tipo risinhos e festa logo pela manhã. E depois olha, veio o ano de 2012. E fiquei como tu. Há dias que só me apetece rugir e se ouço festinha de manhã, ponho os phones e fecho a porta do meu gabinete. Há dias em que gosto das pessoas em geral. Mas em geral, não gosto delas :) Antes prefiro ficar no meu cantinho, com as minhas pessoas, e que não me venham falar nem exigir que eu seja encantadora, pois basicamente NÃO HÁ PACHORRA

Magui disse...

Eu acho que não existem pessoas fofinhas, há é quem se dedique mais a esconder o mau-feitio do que outros... Mas ainda assim, sem esconderes nada gosto muito de ti :D