28 novembro 2014

A sério?!? A SÉRIO?!?!

Um dia, o meu pior pesadelo, torna-se realidade. Na mochila da Cria, um puto de um bilhetinho a informar que este ano, gostavam muito (e o que é que eu tenho a ver com os vossos quereres, hein?) que os meninos levassem uma decoração de Natal feita em casa para a Escola, para enfeirarem a dita com isso (se calhar só querem poupar uns trocos e dão esta desculpa masé, até porque aqui não há o senhor ou senhora, ou lá o que é, sueco para ir comprar estrelas da moda. Adiante. Pedem ainda (mais nada, não? Um perú recheado com Prozac, que tal?) para que o dito adorno artesanal leve uma mensagem sobre o Natal. Ah. Ah. Ah. ... Ah. 
Maneiras que, a ver, alminhas: 
- eu não gosto do Natal; 
- eu não tenho paxorra para estas pantominas;
- eu tenho o mesmo jeito para artes manuais que um elefante teria, nuns stilletos de 15cm dois números acima da pata, para dançar o tango;

Posto o acima, avizinham-se mais uns anos valentes de terapia para a minha Criancinha. A malta faz lá as cenas, que fama de bicho já tem (e eu com isso) mas não promete que não seja uma experiência absolutamente traumatizante... para todos os envolvidos. 



1 comentário:

Ana Maldivas disse...

Não, não querooo! Não quero! Ainda não recebi nada, estou com esperança que se esqueçam de mim. era tão bom!