31 outubro 2012

Imbuída do espírito da coisa que não festejo...

 ... passou-me pela cabeça hoje mandar a piquena vestida com o seu fato de abóbora para o infantário... Eu cá desconfio que o Educador da cria já acha que eu não fecho nem bem nem mal a mala, não fecho e pronto. Seria épico. "Bom dia, bom dia, aqui está a abóbora, porte-se bem piquena e esqueça lá a ideia de se transformar em carruagem". Poderia ter comprado antes um de demo que também me caiu no goto, com rabo e chifres e tudo, mas não quis dar a impressão à piquena que poderia dar azo ao seu lado possidónio trajada a rigor.
Mas diz que as criancinhas ainda não festejam estas coisas com esta tenra idade. Maneiras que no feriado vai ter de ser piquena, vamos dar numa de abóbora style. E depois, aqui que ninguém me ouve, há qualquer coisa de maquiavélico em vestir os petizes de coisas inusitadas porque olhe, a Mãe sou eu e deu-me na real gana. E tirar fotos, daquelas que quando tiver 15 anos, vai rezar para que os amigos não vejam. Leverage para mais tarde recordar... 

2 comentários:

Magda E. disse...

ahahaha... coitadinha... abóbora?! Digo eu que vesti a minha de formiga no carnaval!

raquel disse...

:)