22 maio 2012

(não tenho inspiração para título)...

 
Adorei a noite de hoje. Foi ao estilo recém nascido meets the almost toddler. Amei mesmo, do melhor. 
Entre o micro caminho do meu quarto até ao da piquena em modo zombie ainda consegui a proeza de me enganar e entrar na casa de banho. Demorei uns minutos a perceber porque não encontrava a cama.  Essa cama pónei do Ikea que me pareceu fofa e bonitinha mas vai-se a ver e é um major no no partilhando assim da opinião da minha querida Magui.  Começa no facto de ser impossível de a fazer sem arranhar as minhas mãos de fada porque o designer se esqueceu que dá um jeito bestial deixar uns míseros mm entre o colchão e as grades para por lençóis e essas coisas. Melhora substancialmente no Inverno, onde ainda há que acrescentar umas mantas para a cria não entrar em hipotermia à roupa de cama. Claramente quem a desenhou nunca fez a porra de uma cama na vida. Ou eu sou mesmo muito burra. Depois os piquenos crescem e há que baixar o estrado se não queremos acordar pela manhã e dar com eles pendurados no dossel, ou no mobile ou a ver se os tacos do chão estão bem envernizados. Todo um novo mundo! Agora a piquena dorme no chão, num estilo digno de acampamento (logo para mim que detesto acampar a não ser em hóteis com boas camas). Para a deitar tenho quase que a atirar lá para dentro. Ou debruçar-me de tal modo que quase aterro de cabeça nos lençóis às bolinhas. Tudo isto para dizer (perdoai-me mas dormi 4 horas, sim? Sem dormir sou pior que um Tir sem travões)  que esta nova função torra-paciências da cama que outrora achava linda e pónei é particularmente boa quando a meio da noite a cria não chora mas berra a plenos pulmões e é preciso dar-lhe colo e mimo sem que acabemos a partilhar o leito. 
Adiante. 
A cabeça pesa-me (gostava eu de dizer que é da sabedoria, mas mentir é feio e a minha Avó diz que dá direito a entrada Via Verde no Inferno) tenho de ir ao dentista e a modos que tal, abanquei-me com o computador ao lado da máquina de café. 
Fora isso, piquena está sem febre (yay) mas suja fraldas a uma velocidade impressionante (nay), deixando o quarto impróprio para quem respira oxigénio (NOJO).  
It just gets better by the minute. 

6 comentários:

Cláudia, Vila do Conde disse...

Haja paciência! Ainda me lembro dessa fase em que eles dormem com o estrado em baixo e nós quase que caímos lá dentro só para lhes mudar a fralda na cama ou para os embalar...o meu com 18 meses foi para a caminha de solteiro (claro com a protecção de lado para ele não cair...). Espero que esta noite seja melhor! Bjoca*

M.P. disse...

É que até a mim me faltou agora a inspiração para deixar um comentário....:-)))

Magui disse...

Adoro a imagem! E sim a cama é linda e pónei mas tambem tenho um repertório de unhas partidas a fazer aquela coisa mal jeitosa... quanto à nova configuração odeio, estou a pensar comprar outro colchão para por o piqueno a dormir ao mais belo estilo "princesa e a ervilha"!

Leope disse...

eh eh eh e como me revi ao ler isto ... beijinho

*sara* disse...

Princesa tu és fantástica na narração! E tão bom ler-te! Tens uma escrita genial e um humor daqueles com eu gosto... Inteligentes e cheios de piada!

Beijocas para vocês!

raquel disse...

graças a Deus!
Não estamos sozinhas Magui!
Mas que raio de cama é esta que nós compramos?!?
Só me apetece atirar com aquilo para o lume! Não tem jeito nenhum...
Não sei que faça...

(mas que me ri muito com este post, lá isso ri!)