05 abril 2012

Do sono ( ou da falta dele...)...

Tenho sono. Estou rabuja. 
Quando finalmente ia para o aconchego da cama, doce cama, tocava o cuco as cinco da manhã, Sua Alteza Texuguesa vá de acordar. 
Histérica, aos gritos, qual bola pinchona na sua cama fofinha. 
Shhh, shhh, shhh, dorme por favor, qual é o teu problema, faz-me um desenho. 
Pois que não, dormir não... Saltitona, a dar aos braços. "Pega-me burra, que estás a fazer? Vamos para a coboiada !!!"
Shhh, shhh, shhh... Serão dentes, será fome? Fome não é certamente, que de noite quem come são os burros. Será bicheza? Serão gases? Fui ver. A única coisa que vi foi a porta onde me enfiei de cara.. 
Oh Sua Alteza, durma e deixe dormir...
Shhh, shhh. 
Dorme crianchinha, pelo amor da Santa... 
Shhh, shhh, shhh... 
E às sete e meia, let's rewind. "Pega-me burra, que estás a fazer? Vamos para a coboiada !!!Já dormiste que te chegue..."
Tenho sono. Tenho muito sono. Quero dormir...

2 comentários:

Rit♥Catita disse...

Adoro a maneira como escreves e expões de uma maneira tão engraçada coisas que geralmente nos põe os cabelos em pé.
Beijinhos e bom fim-de-semana prolongado.

raquel disse...

:S
imagino o sofrimento!
sofrer de sono é tão, mas tão mau.
tão torturante!
é fim de semana, querida!
Beijo bom*