05 março 2012

Dos "sem noção..."- Take IV...

Eles continuam a andar por aí. Regra geral e para mal dos meus pecados, andam aos pares ou, em dias de azar, grupos maiores. É algo tipo praga, mas sem insecticida ainda conhecido. 
Nas últimas investigações, foi descoberto que "sem noção" que verdadeiramente se preze gosta de assumir o papel da Mãe ou Pai da criança, mesmo estando presentes na mesma divisão que a cria. Passa, portanto, a decidir quando e onde se deve: mudar fralda, deitar, levantar, sentar e sabe o Demo mais o quê. Só assim, porque sim. 
No caso de festas de aniversário em concreto, esta sub-espécie humana irá, mal passem a ombreira da porta, correr ao vosso encontro como se não visse o humano pequenino desde o tempo dos Vickings, independentemente de o último contacto ter sido no dia anterior. Seguidamente, o modus operandi passa por se atirar à pobre e incauta criança ferozmente, arrebatando-a da coque ou de onde quer que a criança se encontre. Responderá também,  solicitamente e prontamente, às questões colocadas aos progenitores, como se a pergunta lhe fosse dirigida. 
Fará questão de passear a vossa cria pela festa toda, ao melhor estilo baby-is -the-new-Prada-handbag, sem dar cavaco aos progenitores, que esses gajos não interessam nem ao menino Jesus. E claro, nada de deixar o piqueno humano conviver em demasia com os restantes presentes na festa, estamos todos loucos ou quê??? Nada disso, "sem noção" acha-se no direito de arrebatar o piqueno humano só para si!
Um "sem noção" no habitat "festa de aniversário" poderá sempre ser encontrado atrás do/a aniversariante no momento do "Parabéns a você". Porque é ali que se concentra tooooooooooda a atenção, e obviamente que um "sem noção" a-d-o-r-a atenção. É que a spotlight é o melhor desta vida e, quiçá, das seguintes. Não fosse este comportamento suficientemente  sui generis, um "sem noção" decidirá que o vosso humano pequenino deve estar ao seu colo na altura da cantoria e soprar de velas. Não nos esqueçamos que a spotlight é mais intensa se tivermos uma criança ao colo. É toda uma nova dimensão do "olhem para mim, estou aqui"
Quando questionada a Mãe em como se sente relativamente ao comportamento desta sub-espécie humana neste habitat em concreto, o "eu-não-me-acredito-nisto-porque-é-mau-demais-jasus" lidera o top de respostas, seguido por um belíssimo "atirem-se aos cães"... 
Imagem retirada daqui... 

5 comentários:

M.P. disse...

Serve-me de consolo saber que não é só pelas minhas bandas que existem espécies dessas...

Magui disse...

Eu também tenho tido alguns... Os teus são infinitamente mais cómicos, ou a tua capacidade para os descrever é muito melhor que a minha :)!
No sábado os "meus sem noção" perguntaram-me "Ele está-se a babar é dos dentes, não é?" e eu respondi que não, ele baba-se porque mete tudo à boca e é uma fase! E os "sem noção" olham um para o outro e um diz "aquilo é dentes!" e o outro responde "claro que é!"...
E pronto é isto, se eles dizem que o meu filho está a babar-se por causa dos dentes quem sou eu para dizer o contrário!

raquel disse...

recebeste o meu comentário???
isto deu um erro e fiquei sem perceber se foi ou não :(.
espero que sim....

Princesa disse...

Raquel,

Acho que não recebi o teu comentário a este post :(

Magui e M:P,

Fico mais aliviada por saber que esta praga atormenta mais gente. Não porque vos desejo a convivência com "sem noção", mas porque me mostra que eu não sou tão maluquinha quanto às vezes penso. Às vezes não sei como consigo ser tão civilizada em relação a esta praga...

Beijinhos

raquel disse...

ohhhhhh :(
o que eu dizia era qualquer coisa como:
confesso que fico mais feliz por saber que não sou a única a co-habitar com esta espécie.
muitas vezes sinto que estou dentro de um filme de comédia ou terror (depende da perspectiva) tal é as coisas que me acontecem e que tenho que ouvir destes sem-noção.
dava um livro, e que livro!