18 março 2012

Azar ao jogo..


Nunca, exceptuando uma vez em que ganhei com ajuda de Senhor SuperMaridão, ganhei um jogo de Monopólio.  
Nunca, never, jamais... Costumo ser a primeira a abrir bancarrota, sugada pelos detentores de todas e mais algumas ruas por onde passo. A tradição mantém-se. Noite boa, caseirinha, com bons amigos e péssimos perdedores. A repetir... 
Consola-me o ditado popular... Azar ao jogo, sorte ao amor... 
E por isso, que hoje não é um Domingo normal, vou voltar para aquele abraço quentinho que me espera... 

2 comentários:

raquel disse...

Não posso acreditar na coincidência, ainda na sexta-feira falava com um amigo meu acerca do monopólio (que não jogo há anos e tenho saudades) e de como gostava de jogar, apesar de perder sempre...
Tenho que organizar um jogo catita entre amigos.
Beijinho*

Sara disse...

Também nunca ganhei um jogo. Aliás, fui sempre a que perdeu. Bummer.