09 setembro 2011

Dos treinadores de bancada...

Ora, aí andam eles... Os treinadores de bancada...  
Esta doença afecta qualquer adulto que se aproxima de um recém nascido e seus Papás... Tem uma maior severidade no caso de o adulto em questão já ter sido Mãe/Pai.  
De um momento para o outro estou rodeada de Pediatras, obstetras, enfermeiras (os), ginecologistas e até nutricionistas. Que mais poderia eu desejar, não é? 
De repente, TODAAAAAA a gente sabe como se deve alimentar um bebé. E não me refiro só a mim... é que leio coisas por aí que me deixam de boquinha bem aberta. Eu acredito que seja tuuuuudo com a melhor das intenções, mas há profissionais de saúde para alguma coisa... digo eu! É que o conhecimento dos indivíduos afectados por esta doença cobre uma área vasta dos anais da medicina. Sabem, por exemplo, quanto tempo deve o bebé mamar... e quantos mL o bebé deve ingerir... e de quantas em quantas horas deve acordar para comer (para alguns deveria ser de 30 em 30 min, só pode!!! O mínimo barulho que a Francisca faça é fome). Sabem também o que eu devo fazer com as MINHAS mamas. E sabem quando vai passar a minha dor... E sabem disto e daquilo e de muito mais... 
É, de repente, a minha capacidade económica ficou maior porque eu não tenho de pagar a profissionais de saúde para nos aconselharem... tenho uma manada de treinadores de bancada sempre pronta a interferir, a opinar, a dizer que é assim que se faz. 
Minha gente boa... a Mãe sou eu!!! Não fiquem assustados... Eu passo a explicar um pequeno pormenor que passa ao lado dos treinadores de bancada : eu quando não sei, pergunto! Se preciso de ajuda, peço... Se preciso de desabafar e pedir colo, também o sei fazer... e faço-o bastantes vezes, porque tenho a consciência de que posso sempre melhorar isto ou aquilo. Agora, enquanto eu durmo descansada ligarem-me a perguntar se a minha filha já comeu e há quantas horas e quando volta a comer e ai meu Deus não pode ser assim...NÃO!!! Atirem-se aos cães, não é? É que qualquer dia dá uma coisa má à Mamã da Francisca e vai tudo na vassoura!!! 
Os cães ladram e a caravana passa. 
P.S- Devem haver imensas Mamãs nesta situação... se alguém tiver curas milagrosas para a doença dos treinadores de bancada, aceito todas as sugestões :) 

5 comentários:

M.P. disse...

Esse é um dos meus maiores receios do que me espera daqui por uns dias....
O Joaozinho ainda nao nasceu, e eu ja ando a levar com essas perolas sem ter pedido nada a ninguem.... Nao sei como vai ser, mas cheira-me que nao vai ser nada pacífico...

Fava Azul disse...

ahahahahahah!!!!
Posso assinar esta'?????
lololol

Estrelinha disse...

Também tinha um blog e foi coisa que lá escrevi... os "não o habitues" tiravam-me do sério!!!

Mas a atitude é essa Princesa! A mãe és tu! E isto não é ser ingrata nem ter falta de humildade... temos e precisamos de ajuda muitas vezes! Mas não podemos dar ouvidos a tudo. É bom partilhar experiências mas não em tom de ordem por favor!

raquel disse...

Posso ficar contigo à espera de ideias?!?
É que o António passa a vida "esfomeadinho", com muito calor, ou a dormir à muitas horas...
E eu bufo! Bufo!
rar*

Princesa disse...

Eu por cá continuo à procura da cura para a doença... mas já reparei que cada vez mais piora...

Eu também já bufo... gosto especialmente das perguntas que se repetem todos os dias, numa média de 3 vezes numa visita, e a mim, ao meu Marido e a quem estiver presente...

Qualquer dia mando os treinadores de bancada e os não os habitues na vassoura...

O "sinhore" me dê paxorra!!!

Força aí "companheiras de luta"!

P.S- Estrelinha, eu ouço cá com cada pérola... dava um livro! ;) Mas dicas e ajudas eu quero sempre...agora dedos em riste e eu sou médico em part time LOL nahhh