29 setembro 2011

Da pequena "bacorinho"

Quando nasceu, a Francisca pertencia à Dinastia dos Enfezadinhos. Magricela e pequenina... saudávelzinha mas micromachines. Tudo bem. A Mâe da Francisca também era assim e hoje anda aqui tranquila da vida.  
Mas eis que quase um mês volvido a minha rica filha demonstrou ser uma verdadeira gulosa do biberão. Com a mama da Mãe não quis conversa, rejeitou, fez 30 por uma linha e a coisa acabou mal para os meus lados. Mas com a Nestlé (agora Milupa para sermos correctos) a conversa foi outra... Agarra no biberão como se não houvesse amanhã, bebe sofregamente sempre de olho bem arregalado não vá alguém querer tirar-lhe o manjar  (quiçá a Mofli na loucura) e até bebe mais do que o que teoricamente precisava. E quando termina ainda emite estalinhos com a boca em sinal de gula satisfeita e  de pura felicidade. E  ainda me presenteia com arrotos dignos de uma pequena taberneirazinha (a maternidade traz alegrias onde eu nunca as pensei encontrar... o arroto é uma delas... )
Ontem foi dia de pesagem da piquena... já vai nos 3550g, 51 cm e sempre a subir... É o que ser quer... 
Mas a este ritmo, a minha filha em breve entrará para a categoria de pequena "bacorinho"... 
And me gostar... a lot!!!

3 comentários:

guilherme alexandre disse...

and mee tuu :P

raquel disse...

E está linda.
beijinho nela*
rar

Su disse...

Fico tão feliz :) que bom que assim é. O importante não é a proveniência do alimento, mas o amor com que se dá :)

beijinhos